Monthly Archives

Abril 2020

A Força da Luz

By | instituto

Hoje será um dia maravilhoso.
Melhor que ontem.
Não só para mim e para você, mas para todos habitantes do planeta terra.
Por que tenho a certeza absoluta que será?
Porque estamos vivendo a transição planetária.
Assim, a cada dia, a Matriz
Arcôntica que bloqueia nossa consciência e nos impede de ver a nossa grandeza espiritual está sendo dissolvida.
Ao mesmo tempo, a Matriz Crística está sendo instalada e com ela está sendo ativada, em cada um, uma nova função que vai substituindo padrões antigos que se dissolverão junto a Matriz Arcôntica.
Só precisamos agradecer a Deus por este momento sublime que estamos passando.
Não reclamar, não condenar, não criticar.
Aproveitar esta oportunidade para curar, amar a si mesmo e criar.
Descobrir o verdadeiro propósito de sua vida.
Olhai os lírios do campo.
Se somos filhos de Deus que criou tudo, temos a certeza que Ele prepara tudo para a nossa evolução.
As sombras não terão sucesso.
Tudo está sendo conduzido pelo Grande Criador.
Com a ativação da Matriz Crística, os corações, como flores, se abrirão para o amor. Só os incrédulos, os que resistirão, passarão pela dor.
Ame e viva alegremente.
Isso elevará sua frequência e você assim ajudará a todos que sentem medo, todos não despertos a despertarem, a caminharem em direção a luz.

Muita Luz, Saúde e Paz.

 

Prof. Raimundo Nonato Gomes Junior
Terapeuta Holístico
Fundador do Complexo de Terapias Naturais Canyon de Luz
Equipe Instituto SER LUZ

AULÃO DE YOGA ONLINE GRATUITA , 20 de Abril às 16 h, com Profrª Roberta Lima

By | agenda

Você é nosso convidado a participar do AULÃO DE YOGA ONLINE GRATUITO, sexta feira dia 20 de abril às 16 horas.

Criamos este link que lhe dará acesso a um grupo, onde repassaremos o acesso à sala do aplicativo ZOOM, 15 minutos antes de cada prática.
.
Clicar no link abaixo lhe torna participante do grupo e das aulas gratuitas Online de Yoga com a Profrª Roberta Lima.
.
Dentro do grupo passaremos informações sobre a nossa prática e uso do aplicativo online e orientações importantes de como se preparar para a prática.

 

.

📍Dúvidas e informações:
(82)99919-0070

💐🙏Instituto Ser Luz
💐🙏Roberta Lima.

AULÃO DE YOGA GRATUITO – 17 de abril Às 16 h, com Profrª Nanni Cavalcante

By | agenda

Você é nosso convidado a participar do AULÃO DE YOGA ONLINE GRATUITO, sexta feira dia 17 de abril às 16 horas.

Criamos este link que lhe dará acesso a um grupo, onde repassaremos o acesso à sala do aplicativo ZOOM, 15 minutos antes de cada prática.
.
Clicar no link abaixo lhe torna participante do grupo e das aulas gratuitas Online de Yoga com a Profrª Nani Cavalcanti.
.
Dentro do grupo passaremos informações sobre a nossa prática e uso do aplicativo online e orientações importantes de como se preparar para a prática.

.

📍Dúvidas e informações:
(82)99919-0070

💐🙏Instituto Ser Luz
💐🙏Nani Cavalcanti

YOGA: Como permanecer na prática com o isolamento social?

By | instituto

O isolamento social tem nos despertado sobre como poderíamos nos reinventar para continuarmos a dar aulas de yoga, tanto para pessoas que já praticam e até mesmo para pessoas que já praticaram muito pouco ou pretendem iniciar ao mundo do yoga.

Sabemos por experiência própria o quanto o Yoga nos ajuda a enfrentar situações desafiadoras com mais serenidade e clareza, dando-nos a possibilidade de estar presente e conscientes de toda essa situação. Com isso, as aulas online passaram a fazer parte do nosso projeto de atividades, com algo que poderíamos fazer para que não nos distanciemos dos nossos alunos, das pessoas nem do nosso trabalho, ajudando as pessoas que nos procuram e, com isso, sendo ajudados também.

Para isso, precisamos elaborar como poderíamos guiar as pessoas da forma que possa fazer sentido para nós, professores. Estamos desconstruindo as nossas barreiras e nos reconstruindo para esse mundo virtual, que não é nada fácil, especialmente em um trabalho onde a importância da relação e do toque físico é muito importante. Mas aos poucos esse trabalho vem acontecendo, com grupos abertos e aulas individuais, em que as aulas funcionam de forma online e ao vivo utilizando uma plataforma virtual, onde podemos olhar para o aluno em seu processo e conduzi-lo da melhor forma possível. É muito importante que compreendam que as aulas online não substituem em nada as aulas presenciais, pois nunca poderá trazer aquilo que em uma aula no traz: a relação professor-aluno, aluno-aluno, o toque, o olhar, onde respiramos juntos e sentimos juntos.

Nas aulas online trabalhamos com a meditação, as técnicas de respiração (pranayama), e a exploração do corpo por meio das posturas (ásanas) seguido de um relaxamento guiado. Por fim, finalizamos com bate papo rápido onde cada um partilha a sua experiência e, sempre que possível, fazemos um diálogo sobre a filosofia do yoga para trazer a intenção e a importância de transportarmos o yoga para fora do tapetinho.

Sejam todos muito bem vindos!

 

Roberta Lima Profrª de Yoga

Equipe SER LUZ.

 

INVOQUE SUA LUZ

By | instituto

Quem já se perdeu em uma caverna escura, mesmo que tenha sido muito tempo atrás, nunca vai se esquecer dos dias ou anos que ficou ali.
O pavor de pensar que nunca vai conseguir sair, a tristeza de quase não se lembrar como era antes, qual era a sensação de ver com clareza, de se sentir saudável.
A raiva e a culpa que assolam quando cai a ficha das coisas que fizemos ou permitimos, sem perceber, pra que a gente fosse parar onde está.
Pode ser que essa ficha nunca caia e então continuamos certos de que nos jogaram ali.

Pedimos ajuda, mas quem está de fora não sabe chegar.
A única verdade é que só sabendo como entramos é que podemos sair. E se a caverna é escura, então o que precisamos é de LUZ.

Invocando a luz somos capazes de ver os passos que estamos dando. E vamos indo, um de cada vez, até vislumbrarmos a saída. Quanto tempo leva pra sair depende muito do quanto andamos no escuro.

Já do lado de fora, existem dois tipos de pessoas:
Aqueles que jogam a luz fora e voltam correndo para o mesmo lugar de onde vieram, sem olhar para trás, como se a caverna fosse desaparecer ao virarem as costas.

E tem aqueles que escolhem manter a luz guiando seus passos. Mesmo que seja dia, mesmo que já estejam livres, pois sabem que a caverna nunca vai desaparecer.
A caverna é um lugar real, já estiveram lá e têm certeza de que não querem voltar nunca mais.
E para não se perderem novamente vão precisar da luz em seu caminho, os guiando para uma nova direção.

Pode ser que outras cavernas apareçam na jornada?
Com certeza aparecerão, isso é garantido.
E mesmo que eles cheguem bem perto, e pode ser que faça parte da jornada passar por dentro – adivinha o que mudou?
Não há mais temor, pois não há mais escuridão.

O que te mantém na claridade mesmo no escuro?

 

Por Nanni Cavalcante – Profrª de Yoga

Reflexão sobre nosso modelo EDUCACIONAL

By | instituto

Aos cinco anos de idade (1965), iniciei meus estudos. Alfabetização, primeiro grau, segundo grau, graduação, várias especializações, mestrado e doutorado. Total de tempo dedicado nestas formações, 31 anos. O que aprendi sobre saúde? Muito pouco, quase nada.

Aprendi: português, matemática, geografia, história, química, biologia, para passar no vestibular. Até o segundo grau, com exceção dos cursos técnicos, o foco é o ingresso num curso de graduação.
Nos cursos técnicos de segundo grau, graduação e pós-graduação o foco é no aprendizado para uma profissão, para o trabalho, para ganhar dinheiro.

Comecei a trabalhar, cada dia mais responsabilidade, mais trabalho e mais tensões. Apareceu a doença, diagnósticada como gastrite em 1987. Ingressei no time dos que tomam medicamentos e assim fiquei por 20 anos tomando na esperança de uma cura. Mas com o foco em ganhar dinheiro, estressado, alimentação errada e outros hábitos na direção contrária a vida, as crises só aumentavam. Em 2005 o diagnóstico era de uma úlcera que foi agravando cada vez mais, mesmo tomando os medicamentos. Quando tornou-se insuportável a dor, quando já não podia trabalhar, fui obrigado a parar, refletir sobre a vida.

Daí, procurei outro caminho na busca da cura. Em 2007, após 20 anos de busca, encontrei nas Terapias Holísticas, a tão sonhada cura.
Fiquei impressionado como tudo aconteceu e passei a buscar informações em eventos, cursos etc.
Descobri que era um Doutor, mas analfabeto no quesito saúde.

Não sabia como meu corpo funcionava, qual a alimentação correta, quanto precisava beber de água, como respirar adequadamente, a importância do sol pra saúde e que toda fonte de vida está na natureza.
Ganhamos um corpo perfeito, mas não aprendemos a usar e dar manutenção.
Quando compramos uma máquina, vem com ela um manual para sabermos usar e dar manutenção e fazemos isso com disciplina para não quebrar.
E com nosso corpo?
Não temos tempo, precisamos ganhar dinheiro.

Como diz Dalai Lama “Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde”
Foi o que aprendemos, com os nossos pais, na escola, na caminhada da vida.
Também não devemos culpar nossos pais e professores. Eles também não sabiam.
Foram necessários 50 anos de caminhada e uma doença grave para perceber que estava num caminho errado.
Foi estudando, nas formações na área da Psicologia e Naturologia que aprendi quem sou eu nos aspectos físico, mental e emocional e qual a minha missão aqui no Planeta.

Mas, não é necessário passar por tudo isso que passei. O Sistema educacional pode levar o conhecimento na área da saúde a todas as crianças. A Pedagogia Waldorf, criada por Rudolf Stainer vem sendo introduzida no Mundo, inclusive no Brasil, ensinando a Arte de Viver e Amar.

Tudo o que está acontecendo em todo o mundo, neste momento comprova que entendemos muito pouco de saúde.
E Se soubéssemos cuidar do nosso corpo nada disso estaria acontecendo.
Precisamos aprender que uma pessoa com boa imunidade não corre o risco de problemas sérios quando for infectada pelo vírus.

A maior causa do medo, é a falta de conhecimento.
Ainda há tempo pra aprender a viver.

 

Por Raimundo Nonato Gomes Filho Junior

Complexo de Terapias Naturais Canyon de Luz.

QUAL A PARTE QUE TE FALTA?

By | instituto

 

Quantas vezes evitamos ter prazer com aquilo ou aquele que amamos, não pelo que amamos propriamente, mas pelo medo de o perder nessa corda bamba que é a vida? E, ao perder aquilo tão desejado, ficarmos com uma ferida narcísica, pois projetamos no outro aquilo que nos falta por não estar mais (fisicamente) no centro da nossa vida. O problema, talvez, de algumas relações é querer receber o que não se tem para dar.

Não nos cabe ficar remoendo o amor perdido, procurar justificativas para tentar minimizar o vazio pela parte que agora falta. A dor que fica não é necessariamente pela perda, pois essa situação remonta outras questão da vida. É preciso se mover do lugar que está, pois se colocar na culpa exige no momento uma potência que não se tem.

Quando perdemos o que amamos saímos ansiosamente em busca de transferir esse afeto para outro lugar, pela falta que aquela parte faz. Estamos sempre esperando que alguém nos ame, sejam nossos pais, amigos, professores, animais de estimação e relacionamentos. A ânsia de amar e ser amado pode ser um sintoma perigoso, pois nos coloca em situações de risco na busca de preencher com qualquer coisa o buraco da parte que está em falta.

É nesse momento que preciso cuidar do que é meu e não ter pressa para que o luto pela parte que se foi acabe. A nossa mente começa a se apegar a pedaços das narrativas que criamos e inevitavelmente as emoções acompanham. Isso pode estar associado a padrões aprendidos ao longo de uma vida inteira e continuamos repetindo os mesmos padrões, muitas vezes inconscientemente, em busca da parte que agora nos falta. Aos poucos, poderemos entender que sempre há a possibilidade de ressignificar esses sentimentos que nos tiram a visão das coisas, identificar os verdadeiro buracos que estão aí, sentir e seguir. O medo do sofrimento pode ser bem pior do que o próprio sentimento. Com isso, penso que sempre haverá uma falta e talvez essa seja a graça da vida.

“Não sou a parte que te falta. Não sou a parte de ninguém. Sou parte completa. E ainda que fosse a parte que falta em alguém, não acho que seria a sua”.

Dica para os dias confinados: um livro infantil ilustrado intitulado “A parte que falta” (Shel Silvertein), que li em 2018 na cultura da Paulista e que no dia que escrevi esse texto veio fortemente em mim.

 

Por Roberta Lima – Profrª de Yoga

PLENILÚNIO

By | instituto

Lua Cheia…

Uma janela aberta para o coração de Deus.

Hoje, a Lua espelha plenamente a Luz do Sol, derramando todas as bençãos de Amor e Paz sobre todos dos seres.

É o auge, quando a Lua está totalmente iluminada pelo Sol. Sua energia amplia a nossa percepção e a nossa conexão com os níveis mais divinos.

A Lua Cheia nos inspira a partilharmos , a cooperarmos com a Vida e com tudo que ela nos oferece .

Ela amplia a nossa consciência e nos leva a perceber, saber e ser com e no COR-AÇÃO.

Existe uma Oração muito antiga, “A Grande Invocação”, que foi canalizada por um Mestre iluminado Tibetano, em 1957, que já avisava à humanidade , que esta oração seria o Pai Nosso, numa era dolorosa e desafiadora que a Humanidade viveria e que deveria ser rezada por todos, em todos os lares, em todos os lugares e a todos os momentos, para que a Mente de Deus tocasse a mente dos Homens, a Luz do Coração de Deus tocasse o coração do Homens e assim, juntos, se fechasse todas as portas do Mal e o Grande Propósito de Amor para Terra, se instalasse para sempre.

Os Mestres da Ascensionados da Grande Fraternidade Branca, dentre eles Jesus e Budha, em dias de Lua Cheia, no plano Astral , se reúnem e solenemente fazem a GRANDE INVOCAÇÃO. Ela traz a força da manifestação da Era de Luz que agora silenciosamente, ao meio do desespero vivido por todos, se ancora nos corações dos Homens e do Planeta.
Essa é uma prática de muitos, como eu, que seguem a Grande Fraternidade Branca.

É urgente que passemos a usá-la em nossos grupos, em nossos encontros de celebrações e em nossos momentos de oração; divulgá-la, até que multidões possam repeti-la a cada instante em massa, manifestando entre nós, com a Força da Palavra, a Nova Terra de Amor e Luz.

Hoje é dia, e a Unidade tem uma força gigante.
Junte-se a nós.

O grande apelo é este aqui:

“A GRANDE INVOCAÇÃO”

Do Ponto de Luz da Mente de Deus
Flui Luz às mentes dos Homens
A Luz já está na Terra
Do Ponto de Amor do Coração de Deus
Flui Amor aos corações dos Homens
O Cristo já está na Terra
Do Centro onde a Vontade de Deus é conhecida
Guia o Propósito às pequenas
Vontades dos Homens
Propósito ao que os Seres de Luz conhecem e ao qual servem
Do Centro a que chamamos a raça dos Homens
Cumpra-se o plano de Amor e Luz
Fecha-se pra sempre a porta onde mora o mal

Que a Paz, a sabedoria e o poder do Amor, restabeleça para sempre o Plano de Deus para a Terra (3x)

E que assim seja!

Por Zunara Lyra
Em 06.04.2020

MADRUGADA INSONE

By | instituto

“Muitos negócios , soluções empreendimentos , e grandes inovações nasceram de uma dor, em plena Crise”

Despertei, ouvindo dentro de mim isso, quis virar pro lado para adormecer de novo, e de novo escuto nitidamente esta constatação.

Resolvi sentar, pegar o meu celular e abrir o meu velho companheiro, Bloco de Notas. Ele é minha fiel escuta e competente secretária. É possível que o bloco de notas tenha sido criado a partir da constatação de uma dor, uma necessidade de registrar escutas necessárias, e na inspiradora busca de aplaca-la. Que bom!

Eureca! Vem- me agora, uma clara e profunda inspiração!
Gratidão ao que quer que tenha me acordado para esta constatação, no meio da noite!

Se assim for, se nas dores inovamos e renovamos o mundo, é possível que a humanidade e o Planeta possam estar vivendo um momento auspicioso para o surgimento de grandes empreendimentos e inovações, para atender e minimizar uma infinidade de dores ocasionadas por esta Coroada Pandemia . Torço que seja Ecológica e Politicamente corretas.

Vislumbro aqui um Novo Tempo, regido por uma Nova Consciência, onde estaremos vivendo momentos de criatividade plena, de buscas e encontros de novas saídas, soluções e inovações éticas, fantásticas, para uma Nova Forma de Vida se instalar.

Gosto de pensar assim. Eu sempre gostei de pensar assim, a partir deste lugar, quando diante de minhas crises, ao longo da minha vida.
Sempre me foi claro, que a Dor traz em si um portal para o belo, as Crises trazem em si a força da Criação.
Criação é Criatividade em Ação!

Nascemos naturalmente das dores sagradas de um parto, e através delas, muita Vida, muita alegria , muita beleza por florescer. Vivemos em constante Ritos de Passagens, e eles nos movem sempre a crescer, ao meio de perdas e ganhos.
Se assim for, quem sabe a humanidade não esteja em pleno Rito de Passagem, para receber a oportunidade de viver tempos auspiciosos. Eu escolho olhar, vibrar e ressoar nesta direção.

Historicamente, nas grandes Crises da Humanidade, muitos se deixaram levar pelo medo e não aceitação da mudança e, na resistência, desistiram da Vida. Mas tantos outros, se permitiram ver na Crise, e nas dores circunstanciais por ela gerada, oportunidades de crescimento e inovação, renovação de atitudes e Ações.

Aqueles, desistentes, ficaram. Estes outros, fizeram a escolha de levar a si, o mundo e a humanidade para frente, sendo protagonistas da evolução humana e da modernização do mundo.

Os tempos são chegados. Tudo na vida é cíclico e me parece que novamente, a Roda de Samsara vai se reapresentando no Palco da existência, nos trazendo lições e despertares.
Se você não sabe o que é a Roda de Samsara, deve saber contudo, o que é a Lei de Retorno. Ambas são sinônimas.

Desde o antiquíssimo Egito, que o homem tem a firme convicção que está preso a esta Roda, ao Ciclo de Vida e Morte.
Acho que somente o Cristianismo Católico desavisado, enveredou pela ideia de que só se vive uma vez e nesta única vez podermos conseguir a salvação ou ser condenado ao umbral por toda a eternidade, amém.
Interessante ponto de vista, mas há de se olhar e constatar O Mais Além.

Se na natureza nada se cria e nada se perde , tudo se transforma , creio eu que, a Roda de Samsara ou a Lei do Retorno, nos apresenta mais uma vez uma chance de transformação. Sinto isso tudo, como algo já vivido, no mais profundo de mim. Creio que muitos aspectos, de alguns de nós, já viveram em outras eras, esta mesma experiência e presos à Samsara, aqui estamos outra vez. Que seja por uma boa causa evolutiva, amém.

Constatamos na própria pele, que esta Pandemia da modernidade tecnológica, nos coloca diante uma espetacular Crise, trazendo para a Humanidade, dores não menos dilacerantes do que aquelas vividas por nossos ancestrais ou nós mesmos em outrora.

E tinha que ser um Corona, tinha que ser um poderoso Ser Coroado, com consciência e propósito firmes, para conseguir fazer com que o Poder Insano do ser Humano “evoluído”, se ajoelhasse numa profunda reverência e justo reconhecimento da sua pequenez, diante da Grande Vida!
A Sagrada Natureza, na sua Divina expertise, sempre se encarrega de mostrar, de tempos em tempos, quem é a Mãe. Quem é que conduz e define as regras do Jogo Evolutivo que cada um de nós aceitou participar .

Caminhemos, somos o caminhante e a caminhada. Diante da força do Gigante Coroado, cabe a cada um escolher o que perceber, o que saber e o que ser diante desta Crise Monumental e, o que vai fazer com as infinitas possibilidades de inovação e renovação que o momento nos presenteia.

Gosto de me lembrar continuamente, que há sempre uma escolha.
Instante a instante, uma bifurcação trazendo escolhas: Vida e Morte.
E Tudo está Ok. Não existem erros, existem escolhas. Tudo está certo como está. Tudo sempre numa Divina Ordem correta, quando se considera e CON-CORDA com o fluxo da Grande Vida, com o COR-AÇÃO.

Eu vou voltar a dormir, são 4:22 da manhã, espero que tenha escrito o que me sussurraram e inspiraram.
Está quase amanhecendo. Um novo dia, mais um passo na direção do alvorecer de uma Nova Consciência, em um Novo Mundo.

Hoje será mais um bom dia de isolamento obrigatório, eu gosto da minha companhia, da minha arte, dos meus poemas, das minhas meditações, da minha cozinha; mas também de me preparar para atender meus queridos clientes, num novo e inovador formato do meu trabalho, online que por tanto tempo resistia e hoje, as circunstâncias da Vida me mostram como é encantador, como é belo vivenciar a sua força de suporte ás pessoas, numa Presença Quântica Virtual.

Foi através da dor e da crise do que o mundo está vivendo, que o meu trabalho, como a minha vida, têm se inovado e renovado, sendo uma contribuição para o Novo que se instala.
Benditas sejam as Crises, se trazem o propósito da Mutação, parindo um Novo Tempo.

Eu escolho a “I-NOVA-AÇÃO DO SER”

Que assim seja!

Bom dia Sol!
Bom dia dia!

Por Zunara Lyra
Em 02.04.2020

Estado de Negação

By | instituto

Estado de negação.
É comum nos depararmos nas redes sociais com um festival de postagem “Good Vibes” como se todo dia fosse domingo como elas mesmas dizem, como se estivessem de férias…

Uma atitude preocupante diante do cenário atual, é como se as pessoas não estivessem entendendo o que de verdade está acontecendo, de um lado a eterna discursão entre direita e esquerda, onde os lados estão mais interessados em provar o erro do outro do que buscarem juntos uma solução, e do outro, pessoas completamente apáticas a tudo.

O Capitalismo está ruindo, não há dúvidas que é insustentável viver pra servir ao sistema, essa máquina perversa que transforma seres humanos em robôs, aquilo que é imposto pelo sistema como normal onde o homem é nada além de um agente a “bater metas” está sendo confrontado pelo natural, pelo valor a vida, a saúde física e mental, pelo tempo investido ao enriquecimento das grandes corporações as custas da ausência familiar. Desse estado de “normose coletiva” pra não dizer “neurose coletiva” onde o homem se limita a ser aquele que produz ou o que consome emerge a urgência em nos reposicionarmos como seres humanos integrais, holísticos.
Da falsa sensação de felicidade alcançada pela conquista de objetos, pela compra desenfreada, pelo consumo desnecessário, aquele mesmo que pretende em vão nutrir o vazio da nossa existência, emerge a necessidade de olharmos pro que é realmente essencial na nossa jornada.Do narcisismo, dessa necessidade insana de atrair a atenção a qualquer preço pra essa falsa imagem que vendemos de pessoas felizes, bem sucedidas, vivendo vidas perfeitas, emerge a necessidade de receber amor genuíno, de viver relações que nos nutram, do contato com o divino, do contato profundo e sutil com nós mesmos.

É lamentável esse falso positivismo propagado assim como é lamentável o desespero que alimenta o descontrole inútil. Nem beleza, nem terrorismo. O momento é de transformação, de ressignificar nossas vidas, o momento é delicado, e exige estado de presença, uma dose extra de resiliência e um compromisso honesto com a mudança que começa dentro e não fora da gente.

Por Nanni Cavalcanti – Profrª de Yoga