instituto

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By 29 de junho de 2020 No Comments

Bom dia.

Dia de sempre, o mesmo dia, dia de todos, de alegria. O vento sopra, a brisa passa, a Terra gira, tudo se vai.

Vai o dia, vem à noite, vai a tristeza vem a alegria.

Assim sempre indo, neste vai-e-vem sem fim, transcorre a vida, aparece a morte, princípio, meio e fim. Alegria, pois, sejamos alegres. Construamos a cada segundo o transcorrer das coisas.

Horas passam enquanto dormimos, as horas passam enquanto acordados, ela as sempre passam, quer estejamos ou não agindo. Ninguém pode deter a marcha, o tempo, o movimento.

Movimento pra onde? Sem direção, sem metas. Movimento apenas movimentando e transformando. Mudando as formas, mudando as pessoas, criando e destruindo sonhos, criando e destruindo vidas. O movimento é ação de Deus.

O movimento é a criação. Nada é criado ou destruído sem o toque Divino. No movimento, o toque, a ação do mestre criando. Criar, construir, o novo a partir do velho. Este é o verdadeiro sentido do movimento. Inovar. Tornar novo. O movimento altera, muda, constrói, para promover nossa evolução. O que está parado não evolui. O que está quieto apenas é levado pelo movimento maior, não se transforma.

Deixar-se levar, transformar-se, a escolha é de cada um.

Abraços, Jerê.

27.9.90

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta. Pág.99