Monthly Archives

agosto 2020

O Retorno ao Santuário… Um ato de Gratidão

By | instituto

“INSTITUTO RENASCER” – Um santuário divino que tem, no decorrer destes 5 anos, resgatado os retalhos de minha alma, espalhados e perdidos ao longo do caminho. No Instituto Renascer, minha alma se encaixa como se retornasse ao útero, aí resignificando, limpando, purificando, transmutando todas as distorções egoicas que me impedem de ver e viver minha própria luz, minha porção divina .Sou conduzida ao meu renascimento. Aquele lugar Santo e Curador me acolhera em seu útero sagrado nestes 5 anos, e hoje, no dia 26 de setembro de 2004, meu aniversário, promove de forma divina e curativa, o meu renascer.

Gratidão… gratidão… gratidão… meu coração repete este mantra continuamente, pela falta de expressão na dimensão humana para detalhar, mostrar e expressar o que minha alma sente neste sagrado instante. Deus! Tudo é Deus: a minha respiração, o meu coração, o silêncio, a solidão, a brisa, os seres de luz que me acompanham, os meus bem-te-vis, os meus lagartos, a minha cura, o meu poder. A vida que ressurge inteira e luminosa diante de mim, de minha nova visão, nova escuta. Tudo é de uma clareza assustadora e sufocante. Fui retirada da cegueira em que me encontrava! Sobrevivi! Renasci!

Instituto Renascer… renasci do seu útero sagrado e curador. Como semente de um bambu chinês, após 5 anos de gestação no útero de Gaia, o broto surge buscando o sol e a partir daí , despontando dezenas de metros rumo ao céu.

Hoje dia 26 de setembro de 2004, há 47 anos , a minha centelha divina escolhe vir se juntar ao exército de buscadores da Luz. Estive caminhando, eventualmente me perdendo e me distanciando da trilha; eventualmente sentindo-me no caminho certo. Por vezes perdendo a luz e me vendo na escuridão, parando, desistindo, mas impulsionada sempre, acordada na hora exata, retomando o caminho, superando a dúvida, o medo, a falta de respostas, o desespero, o desamparo, a solidão. Superando-me, caminhei! Acreditando, caminhei! Abençoada pelas

sincronicidades, caminhei! Curada nos encontros que me permitir viver. Caminhei! Caminhando, caminhante, caminhada. O caminho fui eu mesma.

Aqui estou renascendo, de dentro de mim mesma, surgindo da transformação do que estava me exilando, cegando e paralisando minhas próprias vísceras, músculos, ossos, sangue e essência. Ressurjo das cinzas de mim mesma… ressurjo de tudo que fui capaz de buscar, me deparar, acolher e integrar como parte da inteireza de um ser que é LUZ e SOMBRA.

Aqui estou renascendo porque fui capaz de escolher morrer para o que não precisava mais existir.

Retorno à vida, com a clareza da dor que me permiti viver, da tristeza que me deixei envolver. Retorno ao mérito de viver e sentir o que sinto neste sagrado instante, porque fui além do que estava por trás daquela tenebrosa escuridão que estava vivendo. A fé e a coragem de escolher dar este passo, de ir além, me deixar morrer, me entregar ao Grande Mistério que me trouxe ao renascimento. Deste Mistério que continuo sendo e que continuarei desvendando ; reconhecendo, acolhendo, e, ao Seu lado caminhando.

Sinto como que uma imensa e densa pele (ou couro), foi arrancada, mudei de pele. Levemente me chega a lembrança das dores, do sofrimento, do desespero, do medo e das dúvidas nos momentos que antecederam a tudo isso que vivo. Mas me chegam como bênçãos, graças e méritos, de onde fui capaz de colher lições, de escutar mensagens. DEUS em mim! Com seu canto me lembra, o meu bem-te-vi! DEUS em mim! Bem-te-vi!

Na quietude de mim mesma, sou apenas uma respiração e um leve toque palpitante no meu peito. O canto do bem-te-vi vai ficando longe… longe… quero eternamente ficar aqui assim. Perco contato com a forma e sinto-me expandir… expandir… dissolver… longe, muito longe. Tento continuar escutando meu coração… mas sinto que ele também se misturou a outros toques… Faço a entrega e me permito nada ser, a não ser o GRANDE SER – a Unidade.

Que o Grande Espírito abençoe e cubra de amor, sempre, todas as energias, todos os seres, todas as formas de Deus que fizeram parte de tudo isso que acabei de vivenciar.

Não mais precisarei listar nomes ou lembrar de energias individualizadas para expressar minha gratidão, pois o que acabei de experimentar me ensina que tudo surge de dentro de mim mesma. Deus, o Todo, o Tudo … Se expandindo do Micro ao Macrocosmo que é Deus, que sou eu, que é Tudo e é todos.

Eu sou luz

Eu sou paz

Eu sou Deus

Eu sou começo

Eu sou meio

Eu sou fim para um novo recomeço…

Eu sou o Grande Silêncio na imensidão do

Universo de onde eu escuto…

Gratidão! Gratidão… gratidão… Sinto a minha respiração

Sinto um leve pulsar cada vez mais próximo

Gratidão… gratidão… gratidão.

Reconheço o toque de meu coração no centro de um universo expandido de luz que suavemente vai trazendo a consciência de mim mesma. Sinto lágrimas lavando o meu rosto, meu coração pulsante… Renasci! Desde já começarei a desvendar este novo mistério que EU SOU… Agora só quero sentir o Aqui e o Agora, nem passado, nem futuro… Só o que vivencio no meu corpo, na minha alma, na imensidão do SER.

Nada quero entender!

Nada quero explicar!

Apenas viver

Apenas abençoar

Apenas abençoar… abençoar!

Deus está aqui…

Tão certo como o ar que eu respiro

Tão certo como este dia que vejo surgir

Este dia que é o meu dia…

Dia do meu nascimento

Dia do meu aniversário

Dia do meu renascimento

Dia de graça… de benção

Dia de alegria… dia de vida… dia de Deus!

Feliz aniversário Zunara

Seja bem vinda a luz que é você!

Amor… Sabedoria e Poder Divino

Experiência vivida na madrugada do dia 26/09/04, meu aniversário. Deus selou com a dádiva desta experiência, um profundo e divino processo de cura vivido, no Instituto do Renascer da Consciência – Espaço Terapêutico em Sabará-MG, onde fiz uma de minhas formações. Amparada e inspirada pela Espiritualidade, Seres de Luz, São Francisco, reassumi a força de minha criança guerreira e corajosa, me enchendo da graça e da benção de receber a cura de minha alma e de meu coração.

 

Extrato do livro “RETALHOS – Não é preciso ser perfeito pra ser inteiro.”
Por Zunara Lyra
Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

Produzindo Maná – Poesia Maná

By | instituto

Livre, pra sempre, assim será
Se deixar a alma te levar
Se livrar da mente
E conseguir ser mais do que “gente”.

Ser um espírito de luz, um ser iluminado
Uma alma livre com o maná reintegrado
Deixar de “ver”, de pensar, de deixar a mente controlar
Começar a sentir, somente assim verdadeiramente verá.

Libere sua criança, mesmo que ela seja livre
Ou mesmo que seja essa criança que “vive”.
Deixe o som sair
Mesmo que ache que todos vão rir
Ache seu som, ele faz bem
Só assim saberá a força que ele tem.

Honre as forças da natureza
Conseguirá assim admirar mais essa beleza
Faça seu casulo
É lá que você achará abrigo
Convide suas crianças
Seus protetores não precisa convidar
Mas sempre eles estarão lá pra te apoiar.

Olhar para o altar e admirar
Ou apenas ver que ele está lá.
Tome água!
Ela te purifica e é a essência da vida.
A vela é a tua chama
Uma força de iluminação
Ela leva consigo
A luz do teu coração.

A sua pedra é a chave descoberta
Que abre o portal e te leva
Para uma viagem discreta
E te mostra tua força interna.

O vórtice e os cristais fazem a integração
Do teu “eu” corpo com teu “eu” coração
Trazendo você de volta
De qualquer dimensão.

O círculo é perfeito
As cadeiras marcadas
Você acha que escolhe uma delas
Mas na verdade já estavam selecionadas.

O salão é bem fechado e pouco iluminado
Mas a energia que te passa
Vai além de quem estiver sentado ou deitado.

A maca é simples e o lençol é branco, um
sentimento de paz
Os Pleiadianos azuis, a energia é a luz
E o poder te traz
Uma leveza demais.

O amor é a força que conduz
Por um cansado e longo caminho
Com passos devagarzinho
Ao encontro da luz.

Árdua é a busca pela iluminação
Tua força vem do coração
Tua arma é a concentração
Tua glória a integração.

 

Poesia Aluno Maná – Carlos Humberto Casado

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

A confiança se faz necessária. É necessário ter fé para ser protegido. O homem sem fé é muito solitário. É preciso ter fé no Amor de Deus. É Ele que nos ampara e nos suporta.  Veja que todo dor e todo sofrimento não são em vão. Tudo o que sofrer é para aprimorá-lo, e suas alegrias também, se souber aproveitá-las. Para ter a calma e a paciência  necessárias para viver, é preciso saber esperar, é preciso suportar o vazio com ressignificação. Do vazio poderá brotar o amor. A vida sem Amor é oca. O Amor vem de dentro quando menos esperamos. Esperar é o segredo, e suportar a espera, a sabedoria. Fique quieto, espere, e deixe que o movimento da vida determine o caminho, direção. Não é preciso preocupar-se, não é preciso determinar o caminho. Deixe que ele se faça. Nós o guiaremos, como sempre fizemos. Confie em nós, tenha fé, seja puro e humilde para perceber toda graça divina. Estamos ao seu lado, confie.

Jeremias,

Trecho do livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta.

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Os dias estão ficando cada vez mais bonitos. É a chegada da primavera. Novas cores, novas paisagens, novas sensações.

Tudo passa e o velho fica novo, e o que murchava viça. Há um tempo pra tudo. Tudo muda pra o novo. Esperar sem esperar. Isto: enquanto se espera, vive-se. Não há espera onde há vida. Lugar é este de viver cada coisa, aprendendo nelas o jeito novo de ser. A chuva, enquanto cai, nos dá um tipo de vida. A estiagem, outro. No calor somos um, no frio, outro. As estações nos dão tipos diferentes de vida para evitar a monotonia. Resta-nos aproveitar o novo, o que é oferecido, sem ter que chegar, sem ter que ir buscar.

 

Jeremias,

Trecho do livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta.

UM RECADO

By | instituto

Não tenha medo… caminhe
Reconheça o caminho… caminhe
Faça a entrega
Deixe-se levar pelo sagrado movimento da vida.
Observe o movimento
Faça a escuta
Veja Deus em tudo o que há
Acolha-o
Veja um propósito Divino em cada ato,
Em Cada ação, em cada lugar, em cada vazio.
Veja a ordem correta em cada encontro,
Em cada desencontro
Escute o som do vazio,
Daí chegam as mensagens de Deus
Escute o silêncio, no recôndito do seu coração,
Daí chegam as súplicas da sua alma.
Observe quanta luz há por trás da escuridão
Deixe-se preencher na incandescente força curadora
Deus em mim… Deus em mim
Bem-te-vi… Bem–te-vi
Alce vôos, os vôos dos Bem-te-vis.
Seres alados somos.
Resgatado o nosso poder de anjos
Reativadas nossas memórias perdidas
De posse da liberdade, na entrega do nosso ser
Só existe a Direção
Caminhemos na direção da Luz
Guiados pelo movimento do Deus – Sol
Pois os passos já estão sendo dados, desde o seu nascer,
Vem do Leste,
Não tarda e no ponto de chegada estaremos.
Caminhemos, caminhantes
Somos o caminho, a caminhada e o ponto de chegada.
O lugar de onde nunca saímos
Dele estávamos perdidos
Perdidos de nós, perdidos de Deus.

Canalização recebida dentro do Labirinto no Instituto do Ser em 16/03/2004

Extrato do livro “RETALHOS – Não é preciso ser perfeito pra ser inteiro.”
Por Zunara Lyra
Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

MINHA EXPERIÊNCIA – “As bênçãos do MANÁ na minha vida”

By | instituto

Recebi a sintonização do MANÁ em junho de 2006, como terapeuta de Frequências de Brilho, quando passei a incluí-lo nas minhas práticas diárias e assistir a uma Plena transformação no meu corpo, na minha consciência, na minha jornada Espiritual, na minha vida.

Em outubro de 2006, fui capacitada por Christine Day a ser Professora de MANÁ, quando esse processo se intensificou e me abriu a possibilidade de levar às pessoas essa dádiva Divina.

Produzir o MANÁ é escolher resgatar o seu poder pessoal, é um profundo ato de Amor próprio, é uma profunda abertura para a nossa jornada de auto-cura.

A experiência mais grandiosa do MANÁ na minha vida foi na minha travessia com um câncer. Eu produzia o Maná conscientemente, duas ou até três vezes ao dia, e o meu corpo respondeu de forma inusitada tanto às cirurgias como a série de quimioterapias a que precisei me submeter.

Quase nenhuma alteração bioquímica se deu em todo o processo. Isso surpreendia a mim e a todos.

Para mim o MANÁ é uma grandiosa benção, que silenciosamente vai me impulsionando a dar passos na jornada rumo ao que EU SOU.

Reconheço esse trabalho como parte da missão de minha alma, parte do que eu vim fazer aqui nesta existência e anseio oferecê-lo aos que estejam abertos ao próximo passo rumo à luz que se É.

 

“Escolher gerar esta grandiosa luz e permitir que ela entre no corpo para nutrir-nos é um profundo ato de Amor próprio, é uma profunda abertura para a nossa JORNADA DE AUTO -CURA.” – Zunara Lyra

 

Por Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

Terapeuta de Frequências de Brilho

Professora de Maná

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Nada vale nada, tudo vale tudo. Nada faz falta diante da eternidade. Tudo é pequeno. Manter em sua mente a dimensão eterna do espírito nos ajuda a desapegar. Quão pobre é a nossa visão é miseráveis os nossos apegos.

A ideia do infinito e da eternidade poderá elevar-nos acima das coisas materiais e terrenas, poderá libertar-nos dos nosso apegos excessivos à nossa autoimagem, às nossas posses e nossa vida terrena. Se quiser ser livre, veja, amplie sua visão aos limites do infinito e do eterno.

Como ambos não têm limites, sua visão então será ampliada eterna e infinitamente. Parece a você um absurdo pensar nesses eternos, mas veja bem: essa ideia de eterno e infinito não existe tanto quanto a ideia qualquer sobre as coisas terrenas e matérias? Por que então apegar-se a uma e não a oura para dirigir sua vida?

 

Jeremias.

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta.

A MÁSCARA E O ESPELHO

By | instituto

Olhos nos meus olhos,
Espelhos que me espelham a alma,
Luz que me mostra aspectos de mim,
Aspectos há muito perdidos, na minha história e na linha do tempo.
Quem é este ser que diante de mim, espelha uma luz, por trás de uma sombra empoeirada?
A luz que me defende da dor.
Quem é esta Luz que teima em dizer: “Eu estou aqui”, “Eu Sou Luz”.
Quem é esta expressão luminosa?
Quem é esta voz que grita,
Reconhecendo-se, reconhecendo-me?
Quem é este ser, aprisionado, Sob uma máscara dura, fria, distante e sofrida?
Se olho para a superfície, só vejo medo,
Só vejo tristeza, arrogância, auto-suficiência, mentira e farsa.
Um ser brutalmente assustado.
A máscara que aparentemente disfarça. A máscara que aparentemente, me protege do mundo.
Este ser se perdeu de si, da sua própria Luz.
Este ser sou eu.
Se levo a contemplá-lo, com os olhos do Ser, e ver com o coração,
Só encontro a leveza da Luz, beleza e alegria.
A força de DEUS, que por tanto tempo esteve aprisionada.
Ensimesmada, liberta-se, expandindo-se numa Trina Chama – dourada, rosa e azul.
A Sabedoria, o Amor e o Poder divinos tomam forma, na minha forma.
Deus, esta Luz que reflete e se expande diante de mim, Sou Eu.
Eu me reconheço neste espelho, Que reflete a minha própria imagem de
Luz, diante de mim. Eu me reconheço neste olhar, que eu imaginava não ter nada a ver comigo.
Este ser diante de mim, espelha aspectos meus, este espelho me faz
tomar consciência, De que, hoje eu posso reconhecer e tomar posse da
minha Luz. Sinto que minha luz, está conectada à Grande Luz, da
Imensidão Cósmica.
Eu Sou uma partícula da Grande Luz.
Assim, Eu Sou Luz. Assim, eu me abro para Luz.
Assim, eu dou a minha permissão para que a Luz queime, dissolva,
Transmute e liberte as minhas limitações e adoecimentos.
Eu reconheço a necessidade de viver os meus papeis, assumir a minha
personalidade,
Honrar a minha responsabilidade como ser humano, Cumprir o meu
Contrato Sagrado neste corpo. Assumo o compromisso de viver isso,
conectada, de mãos dadas com a Luz do meu Ser. Neste instante, a Luz
Maior me envolve.
Mente e coração, numa guiança de Luz.
Conecto a minha mente ao meu coração. Neste instante, meu coração
passa a amar com inteligência e, minha mente a pensar com amor. Assim,
encontro a minha inteireza.
Eu Sou feliz.

Escrito em 27/08/2005, quando focalizava um grupo do STAF.

 

Extrato do livro “RETALHOS – Não é preciso ser perfeito pra ser inteiro.

Por Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

Produzindo Maná com as Crianças

By | instituto

Ter a presença das crianças nos grupos de adultos, num trabalho de cura e autotransformação tem sido uma experiência incrível, pois as crianças trazem a qualidade da confiança, a qualidade da entrega, do destemor, convidando o adulto a se desconstruir, porque ela própria pouco tem para ser desconstruído. E o adulto se encanta, e o adulto confia, e o adulto se entrega, brinca e faz a sua jornada de forma mais leve e com maior entrega. Dá-se conta de que muito pouco a sua mente do Ego vai poder fazer por ele. A grandeza do trabalho é que ele acontece além do ego, além do conhecido e, neste lugar, crianças e adultos se encontram como seres humanos fazendo uma jornada de receber a sua própria luz de volta.

Em todos os nossos grupos, em Maceió tivemos a presença de crianças, sempre uma ou, no máximo, duas num grupo de 12 a 14 adultos. Algumas delas participaram com os pais, outras participaram sozinhas. A idade tem variado de 8 a 11 anos e todas cumprem todo o Programa de forma alegre e lúdica, mas de uma maturidade impressionante. Elas entram nas práticas, libertas e confiantes e assim se entregam à experiência.

Para elas é criado, no salão, um espaço com um tapetinho, uma almofadinha e uma caixa com algumas opções de atividades, pinturas mandalas, modelagem, recortes e outros. Mas como os adultos, elas têm o seu lugar no círculo dentro de todas as regras que o trabalho exige. A maioria delas preferiu manter-se quase sempre no círculo como os adultos.

É lindo ouvir pela manhã as suas intenções formuladas com clareza e significado, ouvir o relato dos seus sonhos. É encantadora a participação delas nas formações, emitindo sons e dormindo por longo tempo, no momento da integração. Normalmente não são acordadas, a não ser no momento da prática seguinte.

Adoram os trabalhos de macas e sempre trazem histórias para contar, relatando suas experiências. A prática que elas mais amam é o Casulo. Sentem-se muito importantes com a vela e a pedra, trabalhando os movimentos. Os depoimentos após as práticas do casulo são de grande riqueza de detalhes, trazendo suas experiências com as energias. Algumas delas expressaram nos
desenhos, com muita riqueza de detalhes, suas experiências com os Pleiadianos.

No trabalho da cura da criança e da conexão coração-estômago, tivemos experiências incríveis, algumas delas trouxeram, sim, como os adultos, pedaços de suas histórias para serem curadas. Convido-as também para trazer os anjos e ajudar todas as crianças do círculo. Houve uma que me pediu para ser meu assistente em um grupo; outra escreveu uma carta para Christine Day, perguntando se era possível ela fazer novamente e agradecendo pela cura de sua família, pois todos já fizeram o Maná.

Na estrutura do nosso workshop, incluí além do trabalho de cura na fogueira com os Pleiadianos, que as crianças adoram, também uma festa para as crianças libertas, onde os adultos são levados junto com elas a viverem a alegria, o colorido, a doçura de ser criança.
É um projeto nosso, como também de vários outros professores de Maná, montar grupos exclusivos para crianças, sinto que serão grandiosos.

 

DEPOIMENTOS DAS CRIANÇAS:

 

“Eu gostei muito, conheci as coisas mais importantes da vida, nós liberamos nossa criança interior, nossa mente…”
ARTHUR DUARTE – 09 anos – Maceió

“Eu intenciono que todas as pessoas do mundo possam fazer o Maná. Eu adorei!”
ALVINHO – 10 ANOS – Maceió

“O Maná para mim foi… ÓTIMO! Foi uma brincadeira legal.
LETÍCIA GOMES – 10 ANOS – Maceió

“Maná para mim é… Amor!”
GIGIO – 11 anos – SÃO LUIZ/MA

“Quando cheguei aqui logo gostei de tudo, é muito legal toda a parte do Casulo, da Formação, principalmente da maca. Mas, logo que
cheguei, a Tia Zu começou a “gritar” e eu pensei, não gostei disso, é coisa de louco. No dia seguinte, fui me adaptando e vi que não era
loucura, era a terapia. Aí eu aprendi a fazer o meu grito tão bonito como o dela, e adorava dormir na maca, adorei mesmo. Foi legal!
BELINHA – 10 ANOS – MACEIÓ

 

Por Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

Terapeuta de Frequências de Brilho

Professora de Maná

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Andemos, marchemos rumo ao infinito. Tudo é passagem. Tudo é começo e fim. O que importa é o movimento.

E quer você queira ou não, está se movimentando. Então, pra que chegar? Por que ir ou buscar?

Não tem que ir a lugar algum. Nem tem que chegar também.

Não espere nem busque. Não há princípio nem fim.

Não há nada a ser resolvido. E tudo é para ser vivido.

 

Abraços, Jeremias.

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta.