All Posts By

Zunara Lyra

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Bom dia.

O dia de hoje pede aconchego, não é mesmo? Apesar do frio e cinza, ele expressa paz. E então? Como está?

Tem estado mais envolvido no seu trabalho e um pouco menos nos ensinamentos. Mas percebe que que lentamente alguma mudança vai se processando em você, em seu interior.

Uma maior abertura e disponibilidade. Isso é em parte consequência de suas reflexões e em parte devido à sua fé em nossa proteção. Reflexão é fé. Dois trabalhos. Um da razão, o outro do coração. Devem andar de mãos dadas os dois, como dois irmãos inseparáveis. A fé, embora seja algo intuitivo, do coração, pode ser muito enriquecida pela reflexão, e pelos estudos racionais.

A razão, por sua vez, embora uma atividade eminente intelectual, pode ser muito ampliada pela fé.

A fé produz o movimento e a razão, a clareza. A fé o dirige e a razão vê a direção. O homem completo cultiva sempre esses dois aspectos de seu ser. Com fé, lança-se no desconhecido, no inusitado, para depois compreender através da razão. Exercitar a fé é exercitar-se no risco. Quem tem fé arrisca, sai do ambiente conhecido e protetor e se lança ao novo. O novo é que transforma, acrescenta e muda. Toda mudança vem de um ato de fé e de amor. A fé para dirigir, o amor para suporta e conviver. Alegre-se, pois, se dentro de você esses dois elementos crescerem e se ampliarem.

Ampliando a fé e o amor, ampliará, como auxílio do intelecto, a sua visão. Ver além dos limites do imaginável, ver além dos limites das convenções; eis aí a verdadeira glória. Tudo que fizer com fé o levará para o novo. A fé é uma espécie de consciência intuitiva. É uma pré-visão. Ter fé é ver com o corpo, com as vísceras, o que os olhos e a razão não conseguem ainda ver.

No mundo de que lhes falo só se pode entrar em vida, através de visão. A visão lhe permitirá voar.

Entrar nos espaços insondáveis para descobrir as verdades eternas.

Jeremias

30.08.99

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta. Pag. 43

O TOTEM HUMANO – ENFIM A INTEIREZA DO MEU SER

By | instituto

A minha pedra enfim foi encontrada
Na minha terra plantei o meu espírito e nele me sinto alimentar
A minha água, minha alma rega com gentileza.
A minha árvore, me ensina a sabedoria da sombra,
E a abundância que dá vida, na doçura do caju.
A minha flor, transpira a beleza do mais além, apesar de seus espinhos,
Lembrando-me da minha humanidade
O meu animal, o mensageiro bem-te-vi, sempre alerta,
Pede cuidado ou celebra bênçãos.
O meu Homem, inspirador Francisquinho, mestre e guia, sempre
trazendo alegria.
A minha mulher, a Grande Mãe Maria, inspirando a grande Deusa em
mim.
O meu casal, Clara e Francisco, a inteireza de Deus, No encontro
sagrado Homem – mulher, na impossibilidade do amor humano.
O meu anjo, o luminoso Rafael, na sua verde-esmeralda Luz, vai
trazendo a verdade, Dissipando conflitos, abrindo as portas da escuta e do
olhar límpido do meu ser.
Enfim, acolhi-me em toda inteireza do meu ser.
Assim sou sombra e sou Luz
Raízes e asas,
Sou todos os reinos em interconexão. Acolhi-me enfim.
Sinto cada parte, na sua identidade singular.
Sinto a Unidade, numa expansão Divina.
Sinto a mim
Sinto Deus em mim, o Todo na parte
Sinto a graça do EU SOU
Sinto Deus em mim no canto melodioso do mensageiro bem-te-vi
Sinto a graça de está em DEUS.
Enfim, me encontrei e percebo agora
Que a outra que julgava ser eu
Não passava de uma sombra que encobria a essência
Deste Ser que hoje tenho a graça de abraçar
E reconhecer como EU SOU
E assim continuarei peregrina de mim

Escrito em 12/06/2005, para minha Obra Prima do Colégio Internacional dos
Terapeutas.

 

Extrato do livro “RETALHOS – Não é preciso ser perfeito pra ser inteiro.

Por  Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

A JORNADA INICIÁTICA DO MANÁ

By | instituto

Numa envolvente jornada de quatro dias, residentes num espaço junto à natureza, as pessoas viverão um profundo processo de ativação energética e celular. Uma poderosa Iniciação. O programa é conduzido por um Professor de Maná Certificado por Christine Day, que será o canal líder de todos os alinhamentos energéticos do processo. Terá assistência de outros professores em número adequado para o suporte do grupo.

O PROCESSO

O programa se desenvolve dentro de um espaço cuidadosamente preparado com marcações energéticas, onde um círculo de cura será ancorado por um Vórtice de Cristal ativado e alinhado ao campo das energias Pleiadianas, uma linha de macas ancorando um campo vibracional multidimensional, para as ativações cerebrais. Esse trabalho visa restabelecer a nossa capacidade humana natural de produção do MANÁ, através de processo profundo com a criança interior, da conexão com níveis ampliados de consciência, da ativação de áreas específicas do cérebro, com mapeamentos de Frequências de Brilho, da re-conexão energética entre coração-estômago com a energia da pedra, processos intensos de respiração consciente e meditações com a energética da Geometria Sagrada. Todo esse realinhamento natural neutraliza a influência do ego e nos liberta para escolhas mais conscientes em todos os aspectos da nossa vida. A nossa relação com a comida sofre uma profunda mudança, comer se torna um ato consciente de nutrição e não mais de compensações. À medida que o Maná é absorvido pelo organismo, ocorre uma profunda limpeza emocional. É como se uma carga pesada fosse retirada das células do corpo. A Criança Interna tem um importante papel como aliada nesse processo, assim resgatamos a nossa espontaneidade, criatividade, alegria e auto-amor. “Tudo nos leva a uma profunda e envolvente jornada rumo àquilo que se É.” Toda a energética desse processo iniciático promove alterações no sistema eletromagnético do nosso corpo como também de DNA. Assim, cada célula começa a responder, acelerando o seu processo vibracional, possibilitando a produção e integração do MANÁ no nosso corpo, realinhando-nos ao nosso poder de auto-cura.

A Jornada do Maná traz de volta a sua independência, abre o princípio criativo dentro das suas células, acende seu poder pessoal e aumenta a sua habilidade de manifestá-lo em todas as áreas da sua vida. Embora possamos viver somente do Maná sem ingerir comida, essa é uma escolha individual e não uma ênfase desse programa. Alguns optam por se alimentar somente de Maná por alguns dias, meses ou até mesmo anos, mas a maior parte das pessoas que passam pelo processo continuam a alimentar-se de comida enquanto ingerem Maná.

 

OS BENEFÍCIOS

Nesse programa, teremos a possibilidade real de produzirmos e processarmos o MANÁ no nosso corpo, manifestando-o na nossa vida como: Cura de sequelas da nossa história, mudanças no nosso sistema de crenças, suporte ao nosso sistema imunológico, auxílio nos distúrbios alimentares , suporte à cura de compulsões e dependência química, melhoria na qualidade dos nossos relacionamentos, aceleração do processo espiritual e evolutivo, expansão da consciência, maior sentido e confiança nas escolhas e decisões, alinhamento com o propósito e a missão do nosso Ser, entre outras.

 

Por Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

Terapeuta de Frequências de Brilho

Professora de Maná

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

O corpo serve ao espírito e é servido por ele. Quanto mais livre estiver o espírito, mais livre de tensões estará o corpo.

O corpo tem medo de deixar o espírito livre. O corpo está muito apegado as coisas terrenas e tem medo de, se entregando ao espírito, perder suas conquistas.

De alguma forma ele sabe que o espírito não se interessa muito pelas coisas materiais.

Um corpo desprendido, desapegado, pode ouvir mais o espírito e contatar-se mais facilmente com as coisas espirituais.

O desapego nos coloca disponíveis para nosso “eu interior”.

Estar atendo ao que sentimos ou ao que aspiramos interiormente, livre de convenções ou regras, permite-nos aproximar de nossa essência e, através dela, evoluir no sentido de expandir a nossa consciência.

 

Jeremias

01.10.90

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta. Pág.101

 

RETALHOS – GRATIDÃO

By | instituto

Gratidão a Deus

Gratidão ao Mestre Francisco de Assis

Gratidão por este instante de Graça

Gratidão pela Vida

Pela vida que me foi dada de Graça

Pela graça do encontro de amor, de um homem e uma mulher,

Meu pai e minha mãe, que me acolheram numa família linda.

Gratidão pelo pedaço de humanidade que encarno e que honro a cada sol

Pelas bênçãos recebidas em cada chegada e em cada partida

Gratidão, pelos encontros de cura que me deixei viver

Pelas lições que me deixei colher

Pelas orações que rezei

Pelos desertos que atravessei

Pelos sonhos que materializei

Pelo meu querido companheiro Hermann (Diu), que escolhi para viver, o amor humano e divino.

Pelos meus filhos Hermann e Lívia, que gerei, acompanhei, assistindo-os florescerem no amor.

Gratidão pela presença de Deus, tão constante em cada instante meu.

Por minha história curadora que me trouxe até aqui

Gratidão pelo instante que me permiti escutar meus mestres e guias,

Trazendo-me a possibilidade de adentrar numa “Floresta que cresce Silenciosa”, Uma floresta de Cuidadores do ser e construtores da paz.

E ali selar um compromisso com meu coração.

Gratidão por minha Terapeuta e mestra inspiradora Gislaine Assumpção

Que tão doce e silenciosamente se fez presente como Guiança

Divina, na escuta, no Cuidar, no amparar, com a alma e o coração.

A sua luz foi um farol a me inspirar no caminho até aqui.

Gratidão a todas as expressões de Deus que me ajudaram a honrar o grande sonho de ser acolhida na Família do Colégio Internacional dosTerapeutas. Que todas as bênçãos e méritos por mim recebidos possam tocar o coração de todos os seres.

Neste instante, eu me reconheço e me acolho como um aspecto de Deus

Neste instante, com gratidão eu reconheço e louvo a presença do Grande Espírito, dos mestres, anjos, guias, seres de Luz, a energia amorosa dos Pleiadianos

E as forças da natureza, que sempre estiveram a me guiar, inspirar, conduzir e carregar ao colo.

Diante de Deus, eu entrego a minha vida como um instrumento a serviço do AMOR.

 

Escrito em maio/2004 quando recebi o Manto de acolhimento no Colégio Internacional dos Terapeutas

 

Extrato do seu livro “RETALHOS – Não é preciso ser perfeito pra ser inteiro.

Por Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

A COMIDA É O NOSSO MAIOR VÍCIO – Causa de muito sofrimento e doenças.

By | instituto

Quando crianças, muitos de nós estávamos expostos a padrões alimentares não saudáveis. Muitas famílias utilizavam a comida de forma inadequada, para controlar nosso comportamento. Como adultos, continuamos utilizando a comida em busca de conforto, para recompensa e castigo, para aliviar os aborrecimentos – muitas vezes uma substância que manipula nossas experiências ao invés de nos prover combustível nutricional. Hoje não sabemos mais o que nos nutre e o que nos envenena, comemos tudo e, sem consciência, transformamos nossos corpos em latas de lixo. O Maná requalifica a nossa consciência e passamos a ter uma nova relação com o alimento.

A iniciação na produção de Maná oferece uma cura profunda, já que o ato de escolher gerar uma luz potente e permitir que entre no corpo para que nos alimente é um ato de profundo amor a si mesmo. Esse ato de amor permite uma cura profunda da Criança Interna – a nossa fome emocional.

Para muitas pessoas é emergencial aprender a produzir o Maná já que a disponibilidade de água e comida boas para o consumo está em risco. Tragicamente já existe uma crise em muitas áreas do mundo. Se tivermos a capacidade de gerar o Maná, a falta de comida ou água não irá ameaçar nossa vida visto que poderemos existir sem ambos.

 

Por Zunara Lyra

Psicoterapeuta Instituto Ser Luz

Terapeuta de Frequências de Brilho

Professora de Maná

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Bom dia.

Dia de sempre, o mesmo dia, dia de todos, de alegria. O vento sopra, a brisa passa, a Terra gira, tudo se vai.

Vai o dia, vem à noite, vai a tristeza vem a alegria.

Assim sempre indo, neste vai-e-vem sem fim, transcorre a vida, aparece a morte, princípio, meio e fim. Alegria, pois, sejamos alegres. Construamos a cada segundo o transcorrer das coisas.

Horas passam enquanto dormimos, as horas passam enquanto acordados, ela as sempre passam, quer estejamos ou não agindo. Ninguém pode deter a marcha, o tempo, o movimento.

Movimento pra onde? Sem direção, sem metas. Movimento apenas movimentando e transformando. Mudando as formas, mudando as pessoas, criando e destruindo sonhos, criando e destruindo vidas. O movimento é ação de Deus.

O movimento é a criação. Nada é criado ou destruído sem o toque Divino. No movimento, o toque, a ação do mestre criando. Criar, construir, o novo a partir do velho. Este é o verdadeiro sentido do movimento. Inovar. Tornar novo. O movimento altera, muda, constrói, para promover nossa evolução. O que está parado não evolui. O que está quieto apenas é levado pelo movimento maior, não se transforma.

Deixar-se levar, transformar-se, a escolha é de cada um.

Abraços, Jerê.

27.9.90

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta. Pág.99

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Informe:

Hoje é um outro dia.

Dia após dia.

Sucessão de fatos.

Maravilhas.

Andemos.

É bom está com você.

Há um mal-estar. Tudo bem. Seremos breves.

Ouça: Seja prudente. Não se precipite. Cautela.

 

Jeremias Horta.

18.07.90

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta. Pág  1.

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Bom dia.

Quietude, silencio interior. Sossego. Precisamos estar sossegados para viver. Você precisa exercitar muito a quietude. Não precisa se esforçar para nada. Todo esforço é desnecessário e inútil. Tudo tem seu ritmo e movimento, observe.

Siga o movimento. Não adianta quere as pessoas fora do ritmo delas. Não adianta querer as coisas fora do seu ritmo.

Nada de pressas ou correrias. Silêncio, quietude, sossego.

As palavras tiram a gente do ritmo, a pressa também.

É preciso não ter pressa para nada. Estou pregando muito isso, que é para você ter em mente, sempre. Fique quieto, não fale.

Quando falar, fale o mínimo. Observe. Sinta você primeiro, veja você e as coisas. Sinta-se e ver para depois falar.

Falar devagar, o mínimo. Estou falando de economia. Economia de movimentos, palavras e gestos. Isso faz parte da simplicidade da qual lhe falei. Simplicidade e economia andam juntas.

Uma flor simples é uma flor sem muitas firulas, um objeto simples é um objeto  que tem p mínimo necessário para funcionar.

Um homem simples é aquele que precisa de muito pouco para viver.

Ser simples é ser pouco, é ir devagar, porque não tem que chegar a lugar nenhum. Ser simples é também deixar que tudo aconteça em sua hora e lugar. Procure descobrir a vida em cada coisa, em cada situação. A todo momento você poderá estar aprendendo, e onde há aprendizagem há vida.

É isto, se você não tiver pressa e ficar, poderá aprender com tudo e em tudo, e se você aprender estará vivendo. Onde há aprendizagem há vida, e a simplicidade favorece a aprendizagem.

Nada de artifícios, entendeu? Nem verbais, nem de qualquer outra espécie. A simplicidade permite o contato. Contato consigo mesmo e com o outro. No contato há luz, há direção. Sem tempo e lugar o contato se faz. Contato para ser e ver. O caminhar, a riqueza interior se dão a partir dele.

A vida vem de dentro, não de fora. O amor, o ódio, a ternura, a inquietude, etc.,só surgirão se existirem dentro. Ninguém poderá despertar em ninguém o que não existe.  O que existe dentro de você? Repare.

Não são as pessoas, nem as coisas que o incomodam, são os seus sentimentos. Lide com eles e lidará com as pessoas e situações.

 

Jeremias.

4.9.90 

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta. Pág 58

Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta

By | instituto

Boa tarde.

O MEDO É RECUSA. O MEDO É COMODISMO. O MEDO É QUERER ANTECIPAR. É O COMPROMISSO EXAGERADO COM O IDEAL. VIVA O REAL.

O medo, meu caro, é a natureza do avaro.

Medo é a insatisfação do ser.

O cansaço de ter.

Medo é besteira e vaidade.

Medo é cruel, é maldade.

Medo é raiva contida.

Medo é rigidez e vaidade.

Medo é presunção, é luta e guerra.

Para perder o medo é necessário perder o irreal, o poder.

Medo é, no fundo, um grande apego a uma imagem idealizada.

Solte-se para a vida e perderá o medo.

O ser sem nada, sem apego a imagens ou formas, solto, sem compromisso, vivendo o que a vida oferece sem pretensões, não tem medo.

Vamos falar agora de simplicidade.

Simplicidade.

Ser simples é não “ter que “ nada, é não ter nada.

Simplicidade para descompromissar-se com qualquer aparência ou representação.

 

J. Horta.

3.9.90

Trecho do Livro: Mensagens Bola de Neve de Jeremias Horta . Pág. 57